sábado, 11 de dezembro de 2010

triste


deixe-me ir, você não precisa de mim
já me levou uma parte contigo
meu medo e insegurança agora livres
os ares respiram incapacidade,
deixe-me com meus amigos
eles choram um fim precavisto
e criam dez partes de uma mesma história
com finais distintos, mas todos tristes
de volta ao pó, no meio do nada
de volta a vida, no fim da estrada
paz ex irmão, para poder seguir
na dura caminhada de terror, horror, pavor

Nenhum comentário: